Contratado há cerca de 13 dias, o ex-goleiro Bruno Fernandes foi dispensado do 9º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar em Varginha, no sul de Minas Gerais, nesta sexta-feira (27).

Segundo a corporação, Bruno e outros detentos foram dispensados porque “grande parte dos serviços terminou”.

Publicidade

Para o advogado do ex-goleiro, Fábio Gama, os Bombeiros “não suportaram a pressão da mídia”.

A função de Bruno nos Bombeiros era de ajudante de serviços gerais como faxina, poda, cozinha e limpeza, informou Fábio.

Em nota divulgada na última terça-feira (24), o Corpo de Bombeiros declarou que o trabalho é de extrema importância para a reeducação e ressocialização dos presos e trata-se de um instrumento de afirmação da dignidade humana.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here